Dance para a vida!

Deixe um comentário

Se você não sabe mais o que fazer para controlar as estripulias do seu cão, experimente colocá-lo para ouvir música. Cães adoram música! Sério! Uma pesquisa inclusive mostra o interesse desses animais pelo rock dos anos 50.

Os estilos de música mais calmos, como músicas clássicas, convidam-os a deitarem sossegadamente ao lado dos donos e ajudam a diminuir os sintomas da ansiedade de separação, agressividade e comportamentos destrutivos. Já músicas mais agitadas os fazem ficar mais aguçados e prontos para brincadeiras.

Os experts nestes assuntos afirmam que mais do que o estilo musical, o que desperta a atitude dos cães é a reação dos donos. Os cães são muito espertos na leitura corporal, ou seja, como nosso corpo reage quando escutamos música. Por isso, os cães podem até ter preferências musicais, porém, estas estão muito relacionadas ao estado de espírito que tal canção desperta em seu dono.

Então som na caixa e gastem o tapete de casa com meia hora de diversão, ouvindo e porque não dançando essa seleção preparada especialmente para vocês:

[link da playlist indisponível no momento, logo logo colocaremos para vocês]

Mas lembre-se: a excelente audição dos cães também os torna mais sensíveis, pois podem perceber sons que para os humanos são inaudíveis, por isso podem ficar mais abalados, sensíveis e nervosos com som mais altos e estridentes.

Enquanto o homem é capaz de perceber ondas sonoras na freqüência de aproximadamente 16 a 20.000 hertz, os cães são capazes de ouvir vibrações sonoras aproximadamente nos limites de 10 a 40.000 hertz. Ou seja, nossos amigos peludos escutam de 2 a 4x mais do que nós, humanos. Então tenha cuidado com o volume na hora de ouvir música e dançar com seu cachorrinho.

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>