Dicas para dar banhos no cãozinho em casa

Deixe um comentário

Algumas palavras são mágicas para o seu cãozinho. Passear é com certeza uma delas. Reconhecer o que o dono quer é uma forma de nos fazer sorrir quando percebemos a inteligência dos nossos melhores amigos. No entanto, esta inteligência também classifica algumas palavras em uma lista negra. E se você costuma usar a palavra banho para chamar seu melhor amigo para uma chuveirada, percebe como em muitas vezes esta palavrinha de cinco letras faz o cãozinho estremecer.

Dicas para transformar a palavra banho nesse sorrisão

Se você ainda sofre para acostumar o seu melhor amigo a este hábito que você preferiu manter em casa – não procurando serviços de banho e tosa – nós vamos te ajudar com algumas dicas para você tirar a palavra banho da lista negra do seu mascote, afinal, transformar esta hora de medo em conforto é uma bela saída para o hábito ser mais calmo do que muitas vezes é para o seu amigo fiel.

Banho? Por que faz isso?

A visita ao médico veterinário é essencial para identificar os sabonetes, xampus e perfumes que você poderá passar no pequeno, bem como definir a frequência dos banhos no peludo. Esta visita permitirá a você saber, inclusive, se o pequeno mascote sofre de alguma doença de pele e possíveis alergias a componentes do banho, ou mesmo alguma característica da raça e exija mais cuidados com as orelhinhas.

Com jeitinho, o mascote se acostuma

Agora, já a caminho da água morna, lembre-se: o banho com o seu melhor amigo deve ser prazeroso, por isto, vista roupas de banho e esteja bem próximo com o cãozinho. Sua tarefa é fazer com que ele se sinta protegido e acarinhado com o banho. Por isto, divirta-o, use brinquedos, fale macio e abrace-o várias vezes. Deixe-o sentir que o banho é só mais uma brincadeira que envolve vocês dois. E pode ter certeza, você vai sair tão molhado quanto ele!

Dez minutos entre lavar, passar xampus e sabonete é suficiente. Mas tenha sempre um cuidado especial: proteja bem os ouvidos dele da água, pois causar uma otite (dor ou inflação no ouvido) no animal.

Depois dos dez minutos de muita diversão e limpeza, separe pelo menos mais dez minutos para enxugá-lo. Para isto, separe toalhas macias e grossas. A forma de enxugar o animal varia conforme a altura dos pelos dele. Para cães com pelos mais curtos, as toalhas são suficientes. Para cãezinhos com pelos mais altos, um secador de cabelo ajuda bastante, mas só no morninho ou no vento frio mesmo hein?

Depois disso, deixe-o correr pela casa, brincar e se animar. Você vai perceber que o semblante dele vai mudar e vai ficar muito mais feliz!

Eba! Cheirosinho, limpinho e pronto pra ganhar um chamego!

Com muita calma, cuidado e carinho, a hora do banho deixará de ser temida para ser esperada e com isso, banho vai ser só mais uma palavra no dicionário de significados carinhosos do peludo.

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>