Acreditar naturalmente na vida

Deixe um comentário

Uma das grandes buscas da humanidade é encontrar todas as respostas para as coisas mais comuns do nosso dia-a-dia. Os filósofos, religiosos e pensadores estão aí para nos ajudar muitas vezes nessas questões que muitas vezes tiram o nosso sono, que vão desde como o mundo foi criado até o que será que existe após a morte.

Tantas coisas influenciam nesta nossa maneira de pensar e encarar a vida, que fica difícil entender o que ou quem foi responsável por tornar aquilo que pensamos. O papo pode parecer confuso, mas sabe aquele momento de apuro que você olha para o céu e alguma coisa no seu coração aquece e você fala algo ou só emite um pensamento. E de repente, toda aquela dor e insegurança parece diminuir… Desculpe meu amigo mas, se você não sabia, o nome disso é fé, e das boas.

A fé é acreditar em algo que nossos olhos não veem, um exercício que muitas vezes fazemos até com os humanos, afinal, o que é um sujeito boa fé? É aquele cara que você olha e já tem uma empatia de primeira, tem cara de galã bonzinho de novela. E já que a fé algo que você sente naturalmente, nada melhor que aproveitar a natureza para ter um contato mais próximo com aquilo que você acredita. Independente de sua religião ou crença, o contato com as coisas mais simples podem proporcionar momentos raros de inspiração que podem mudar a sua maneira de enxergar a vida.

Já pensou em ficar cinco minutinhos deitado na grama e olhando pro céu? Qual seria o primeiro pensamento que viria a sua mente?  E naquele dia pesado, onde nada deu certo, se você pudesse fugir para a cachoeira mais próxima e deixar toda a tensão ir embora junto com aquela água que passa pelo seu corpo. Nem sempre temos a oportunidade de realizar estes gestos tão simples, mas se a gente se organizar, dá pra deixar um espacinho aí na agenda para pelo menos colocar os pés no chão e os olhos no céu.

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>