Balanopostite em pênis de cachorro

Deixe um comentário

Você já ouviu falar em balanopostite em pênis de cachorro? O nome pode até ser estranho, mas a doença exige alguns cuidados especiais. A balanopostite em cães é uma inflamação no prepúcio (a pele que cobre o pênis do cachorro) e causa muito desconforto para o animal.

Como identificar a balanopostite em cães?

O principal sintoma da doença é a secreção de cor amarelo-esverdeado, que demonstra a presença de bactérias na região. Pode vir acompanhada de sangramento, dor, lesões e, em casos mais graves, até necroses. Outra forma de identificar facilmente essa inflamação peniana é observar o comportamento do seu cão — eles costumam lamber o órgão inflamado constantemente.

Se o seu cachorro apresentar esses sintomas, leve-o ao veterinário o mais rápido possível para que ele possa fazer o diagnóstico correto e dar início ao tratamento.

Tratamento para balanopostite em pênis de cachorro

O tratamento da balanopostite em pênis de cachorro pode variar de acordo com a gravidade da doença. Por isso é indispensável que você leve seu cão a um veterinário de confiança. Somente os exames poderão indicar a causa da inflamação.

Quando há inflamação, geralmente é indicado o uso de antibióticos. Pomadas e higienização com antissépticos também costumam ser recomendadas por profissionais.

Como evitar a balanopostite em cachorro?

Identificar e tratar a balanopostite em cães é essencial, mas isso não garante que o seu amigo de quatro patas estará livre dela para sempre. Alguns tipos de inflamações costumam ser recorrentes, portanto encontrar formas de evitá-las é a melhor solução.

Uma alternativa muito recomendada pelos próprios veterinários é a castração do cachorro. Esse ato oferece diversos benefícios ao animal, por exemplo:

  • Redução de fugas, atropelamentos e brigas com outros cachorros.
  • Evita o câncer de testículo e problemas de próstata.
  • Diminui a necessidade do seu cão marcar território com a urina.
  • O animal costuma ficar mais dócil e tranquilo.

Além disso, é um cuidado que reduz as chances de recorrência da doença. A castração é um ato de amor e cuidado com o seu pet.

Principais doenças em pênis de cachorro

Se você tem um amigo de quatro patas em casa, é importante saber que, além da balanopostite peniana, existem outras doenças em pênis de cachorro e, por isso, falaremos sobre elas aqui.

Parafimose em cães

Essa doença faz com que o pênis do animal fique exposto, geralmente após uma ereção, mas também pode ser desencadeada por algum trauma. O pênis do animal acaba não voltando para a cavidade prepucial, pois formam-se dobras na pele.

Nos primeiros dias, o pênis exposto pode ter uma aparência normal, mas posteriormente você observará sintomas como inchaço (a circulação da região fica comprometida) e, em casos mais graves, a presença de gangrenas e até necroses. Evite que a situação chegue nesse nível levando o seu cão ao veterinário assim que perceber que há algo de errado com ele.

O tratamento dessa doença consiste em manobras para fazer o pênis retornar e conta com o auxílio de lubrificantes, compressas frias e tranquilizantes. Em alguns casos, pode ser recomendada a cirurgia para alargar a cavidade.

Se nenhuma dessas tentativas resolver a situação, o órgão deverá ser amputado. Lembre-se que somente um veterinário poderá realizar o tratamento da doença, ok?

TVT em cães

Tumor Venéreo Transmissível (TVT): os cães também sofrem com doenças sexualmente transmissíveis, mas, com alguns cuidados básicos, elas podem ser evitadas. O TVT (também conhecido como Sarcoma Infeccioso ou Tumor de Sticker) é transmitido durante a relação sexual, também pode ocorrer quando o animal cheira ou lambe as genitais do cão infectado.

Um dos principais sintomas é o aparecimento de tumores pelo corpo. Geralmente, o tratamento é feito por meio de cirurgia, quimioterapia e radioterapia.

Priapismo em cães

O priapismo em cães é uma ereção persistente e involuntária, mesmo que o animal não tenha tido nenhum estímulo sexual. Pode ocorrer por diversos motivos, como tromboembolismo, trauma durante o coito, lesão na medula espinhal, obstrução do fluxo venoso na região peniana ou pode se tratar de uma doença de causa desconhecida.

Um dos principais sintomas do priapismo em cães é a ereção (pode durar mais de 4 horas e causar inchaço, além da exposição). Como esse sintoma aparece em diversas doenças, somente um veterinário poderá dar o diagnóstico correto.

A castração do cachorro costuma resolver esses problemas, além de evitar outras doenças. Mas se não for suficiente, um tratamento com progestágenos (hormônios esteróides) pode ser indicado pelo veterinário.

Em todo caso, é fundamental cuidar da saúde canina. Sempre que possível, faça uma visita ao veterinário para verificar se está tudo bem.

 

, ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>