Mudanças de comportamento após a castração de cachorro

8 Comentários

Muito se fala sobre a importância da castração de cachorro para o controle da reprodução, mas você sabia que uma das inúmeras vantagens desse procedimento é a mudança de comportamento do cão? A alteração hormonal, causada pela retirada dos testículos nos machos e dos ovários nas fêmeas, ajuda a diminuir os comportamentos sexuais do animal, deixando-o mais tranquilo e proporciona mais qualidade de vida ao peludinho.

Comportamento de cachorro castrado

Antes da castração, os cães têm o hábito de demarcar território urinando por toda a casa e não pode ter um descuido que eles fogem. Além disso, é comum que fiquem agitados e agressivos em determinados momentos. Esses comportamentos, que fazem parte dos instintos sexuais do cão, podem ser atenuados e até eliminados após a castração. Quanto mais cedo ela ocorrer, melhor, pois o animal não terá tempo para assimilar os hábitos.

Apesar de a castração do cachorro poder acabar com esses comportamentos, você nunca pode decidir por ela pensando que é a solução para todos os seus problemas, uma vez que nem todas as badernas do animal são provocadas pelos hormônios sexuais. O principal fator que precisa considerar para fazer a castração são os benefícios que o procedimento proporcionará a saúde e bem estar do cachorro.

Como é feita a castração de cachorro?

A castração é feita por meio de uma pequena cirurgia para retirada dos ovários nas fêmeas (ovário salpingo histerectomia) e testículos nos machos (orquiectomia). Assim, não são mais produzidos óvulos e espermatozóides, e os hormônios progesterona e estrogênio.

Para o procedimento cirúrgico, os cães recebem anestesia geral e, por isso, não precisa se preocupar, pois eles não sentem dor alguma. Após o efeito da sedação, pode ocorrer um desconforto, mas são receitados medicamentos analgésicos. O processo é bem simples, proporcionando uma recuperação bem rápida ao animal.

É importante seguir todas as orientações do veterinário no pré e pós-cirurgia para que tudo corra com tranquilidade.

Castrar cachorro ou não?

Se você é uma mãe de cachorro que ainda está na fase de reunir informações para decidir se faz a castração ou não, saiba que o importante é buscar informações e saber como funciona a cirurgia, quais os efeitos na vida do seu companheiro e quais serão as mudanças no organismo e no comportamento dele.

Os benefícios para a saúde do cão são evidentes. Diversas doenças são evitadas e, assim, o animal ganha uma expectativa de vida maior. Além disso, o estresse causado pelas oscilações hormonais não impactarão mais seu companheiro, que conseguirá ter mais tranquilidade e vitalidade em suas atividades diárias.

Diferentemente do que muita gente pensa, o animal não precisa se reproduzir pelo menos umas vez na vida e nem atingir a maturidade sexual para ser castrado. No caso das fêmeas, recomenda-se que a esterilização aconteça antes do primeiro cio. Já nos machos, pode-se castrar a partir dos três meses de idade ou consulte um veterinário. Quanto mais cedo forem castrados, melhor para a saúde deles.

Conheça nossos produtos

,

8 Comentários - Mudanças de comportamento após a castração de cachorro

  • Egnes disse:

    Boa noite
    Eu gostaria de saber depois de quantos meses do animal castrado ele começa a mudar os hábitos? Tipo, parar de marcar território?

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Olá, Egnes. Esse tempo varia de um pet para outro. Após a castração, alguns hormônios continuam no corpo do animal, sendo assim, o comportamento territorialista pode continuar após a castração. Mas não se preocupe, com o tempo, pode haver uma melhora considerável. A ajuda de um veterinário de confiança é sempre bem-vinda!

  • Luciana disse:

    meu cachorro foi castrado há uns 15 dias, mas depois de retirar os pontos e tirar o colar, ele se tornou extremamente agitado e agressivo, ele pula pra morder mesmo. segundo veterinario, não tem nada a ver com a cirurgia, mas foi logo após a cirurgia, ou depois da retirada do colar. é normal isso? tem uma explicação lógica?

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Olá, Luciana. Tudo bem? É normal que os cachorros mantenham o comportamento agressivo por um curto período de tempo depois da castração, por ainda ter muito hormônio no sangue, mas depois ocorre uma melhora considerável. Se não melhorar, recomendamos que leve o seu pet ao médico-veterinário novamente ou em algum especialista em comportamento canino. Desejamos sorte e um ótimo dia!

  • Joanne disse:

    Boa tarde . Tem 20 dias que minha cadela foi castrada e desde então, está fazendo cocô em todos os cômodos da casa . Comportamento que ela não tinha antes de ser castrada . Será que tem relação com a sua recente castração? Por que isso acontece ?

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Bom dia, Joanne! Tudo bom??

      A melhor recomendação é você entrar em contato com o médico veterinário que realizou a cirurgia. Pois ele será a única pessoa a avaliar a situação que você está descrevendo. Nos conte depois o que ele falou e mande notícias de sua dog.

      Ficamos à disposição e agradecemos o contato.

  • Jeferson disse:

    Olá, boa tarde!
    Meu cachorro mudou o comportamento completamente após a castração.
    passou a mexer em lixeira, não podemos mais facilitar com comida nem na mesa que ele tenta pegar, ficou um pouco agressivo (nada que assuste) mas ele sempre foi bem dócil, e continuamos sem poder receber visitas pq ele fica montando nas pernas das pessoas. Sem contar que ele engordou cerca de uns 7 Kg.
    Seria algum descontrole hormonal?
    Isso é normal?
    Podem me orientar em algo, para melhorar essa situação?

    Atenciosamente,
    Jeferson

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Bom dia, Jeferson, tudo bom?

      A castração é um ato de guarda responsável, sabia? Os benefícios para a saúde de seu cão são diversos, e assim uma série de doenças é evitada e o animal pode ganhar até uma expectativa de vida maior.

      Como você informou que seu cão apresentou uma série de mudanças o ideal é você voltar ao médico veterinário que realizou a cirurgia e comentar isso com o mesmo, pois apenas ele irá fazer o diagnóstico e explicar melhor sobre as mudanças pós-castração.

      Qualquer dúvida, estamos aqui. Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*