Mudanças no comportamento dos gatos castrados

76 Comentários

Além de evitar a reprodução indesejada, a castração de gatos irá promover algumas mudanças de comportamento que acontecem em função da diminuição dos hormônios sexuais no corpo do animal. Muitas vezes, observamos que o gato castrado é menos bagunceiro e deixa de ter alguns problemas de comportamento comuns em animais não esterilizados. Entretanto, é importante ressaltar que nem toda conduta inadequada do gato está relacionada a questão sexual e, por isso, a castração não deve ser vista como uma forma de treinamento do felino.

A castração do gato irá fazer com que o macho deixe de produzir espermatozóides e as fêmeas o óvulo, mas além disso, também ocorrerá uma diminuição considerável dos hormônios sexuais. Boa parte dos comportamentos do gato que são considerados inadequados estão ligados aos hormônios testosterona, no caso dos gatos machos; e progesterona e estrogênio, nas fêmeas.

Estas substâncias fazem com que o gato saia para rua, se envolva em brigas com outros animais, tenham instinto de caça aguçado, demarquem território com urina, enfim, são estimuladas diversas condutas que só prejudicam o felino e nos causam dor de cabeça.

Se você já passou por um cio da gata sabe que não é fácil lidar, pois ela fica agitada, urina por todos os cantos da casa e todo cuidado é pouco para evitar que ela fuja de casa. De todas as mudanças de comportamentos que acontecem em gatos castrados, a não ocorrência do cio é um fator que beneficia muito sua felina. Após a esterilização, ela ficará mais estável, tranquila, sem tantos altos e baixos hormonais, o que contribuiu diretamente para seu bem-estar.

Castrar gato faz ele viver mais!

Para além da melhora na conduta que ocorre em gatos castrados, devemos destacar que esta pequena cirurgia pode aumentar a expectativa de vida do animal. Isso acontece pois, alguns comportamentos sexuais do felino podem colocá-lo em risco, como é o caso da agressividade que leva a brigas com outros gatos e as fugas para rua. Outro ponto importante que ajuda a prolongar a vida do seu companheiro castrado está ligado ao fato de algumas doenças serem evitadas, como:

  • Câncer no ovário das fêmeas;
  • Diminuição no risco de infecção e câncer no útero;
  • Gravidez psicológica;
  • Leucemia felina;
  • Imunodeficiência;
  • Câncer de mama;
  • Câncer nos testículos e próstata.

,

76 Comentários

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Carlos, a castração é incrível!
      Continue acompanhando o nosso blog para mais curiosidades e dicas sobre os nossos pets. <3

  • João Alberto disse:

    Castrar É Um Ato De Amor! ;)

  • Ruldia disse:

    Após a castração minha gata ficou agressiva. Esse compocomportamento é normal?

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Ruldia, após a castração, é comum que os gatos mantenham um comportamento territorialista por causa dos hormônios que permaneceram no sangue. Após um tempo, é possível que haja uma melhora considerável.
      Alguns felinos, por terem vivido a fase filhote em um ambiente não favorável, permanecem com esse comportamento. Se caso isso persistir, sugerimos que você busque ajuda de um especialista em comportamento animal para um melhor diagnóstico da situação.
      Desejamos sorte!

  • Lidia mota disse:

    Minha gata foi castrada, mas não deixa de sair, caça do mesmo jeito de antes, não engordou. Não sei o que fazer

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Lidia, após a castração, é comum que os felinos mantenham parte do hormônio por um tempo. Mas é importante lembrar que depois desse tempo, acontece uma melhora considerável.
      Caso o comportamento dela persistir, sugerimos que você procure pelo seu veterinário para saber se a castração foi feita de forma correta ou se houve algum distúrbio após a cirurgia.

  • emmanuela Nominato Ferreira disse:

    Tenho uma gata agressiva, ela mudou para minha casa, pois a antiga dona não cuidava, mudei e trouxe. Mas desde o primeiro dia ela empresa foi super agressiva com outros animais, não sei o q fazer, ela agride tudo quanto é animal independente do tamanho
    Não sei mais o q fazer, sofro, pois sinto q terei q devolve la. Tenho três gatas minha, mas quatro gatinhas na.frente da minha casa. Tá impossível o gênio dela.
    Preciso de apoio, orientação

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Emmanuela, as experiências que os felinos tem durante a fase filhote vão refletir em sua fase adulta.
      Caso o gato tenha vivido em um ambiente não favorável, é possível que ele mantenha o comportamento agressivo, já que os seus instintos de sobrevivência vão guiar as suas atitudes até o fim da vida.
      Caso a situação esteja fora do controle, sugerimos que você busque ajuda de um especialista em comportamento animal para um diagnóstico e solução do comportamento que ele tem apresentado.
      Desejamos sorte!

  • Julia mines pinto disse:

    Tenho 3 dois machis e uma femea todos entao vastra dos pra nao ter esse tipo de problema tenho muito cuidado com eles

  • Brígida disse:

    Tenho uma gata de um mes e gostaria de saber qd devo castra-la . Grata .

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      A castração para as fêmeas é indicada a partir dos seis meses de idade.
      É essencial consultar o seu veterinário antes da castração para saber se a sua felina está apta a castração, ou não.

  • Lorzangela da Silva Pereira Ferreira disse:

    Castrei meu casal de gatos ,porém o comportamento descrito acima foi bem ao contrário aos meus ,eles voltaram a ser crianças ,mas leves e brincalhões ,Miguell passou a ser caseiro dando atenção a Sarah .O mas interessante foi que o miado do Miguell se tornou fino ,e sua pelagem mudou …viraram hiper bagunceiros de uma forma positiva ,mesmo tirando ,tapetes, tampas de ralos , bagunçando cortinas e nos acordando as 6hs da manhã,poxa está sendo maravilhoso,parece que eu tenho um casal de bebês chorando todas as manhãs ….e muito gostoso ve- los com tanta energia.

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Lorzangela, é muito bom ver os nenéns tão ativos assim, não é mesmo?
      A castração é super importante para o bem estar e felicidade dos nossos felinos. <3

  • Laisa Dutra disse:

    Castrei meu gato com sete meses e depois disso ele mata todos os passarinhos que chega no meu quintal e nãogosta que pegue no colo.

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Laisa, após a castração, é comum que ainda fique parte dos hormônios no sangue do seu felino. Depois de um tempo, acontecerá uma melhora considerável.
      Você adotou ele com qual idade? Dependendo das experiências que ele teve enquanto era filhote, o comportamento depois da castração pode não sofrer as mudanças desejadas.
      Se caso a conduta dele continue a mesma, sugerimos que você busque por um especialista em comportamento animal para te dar um maior auxílio.
      Desejamos sorte! <3

  • izabel cristina leite disse:

    Tenho uma gata e castrada ela se tornou mais minha companheira depois da castração ela tem 10 anos

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Izabel, é incrível como eles ficam dóceis!
      Temos certeza que são 10 anos de muito amor, companheirismo e carinho. <3

  • Márcia disse:

    Gostaria de saber se eu castrando meu gato que está com 4 meses ele para tbm para de morder e querer fujir ele é lindo se chama Duque tenho muito amor por ele adoro fazer carinho nele mas ele quer é morder

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Márcia, a castração deve ser feita a partir dos 6 meses (fêmeas) e 8 a 9 meses (machos).
      Ela tem um papel importante para deixar o comportamento dos felinos mais dóceis, mas é bom lembrar que tudo pode depender da personalidade do gato.
      Além do comportamento, a castração é fundamental para evitar vários tipos de doenças e evitar gestações indesejadas.
      Por isso, a castração é fundamental para a saúde e bem estar deles. <3

  • Marta Silva disse:

    Gostei da orientação sobre os gatos. .Tenho 08 felinos.

  • Tenho um gato siamês castrado, estou muito satisfeita com a castração. Ele ficou muito dócil e não sai pra rua. Tem preguiça de subir no muro. Agora vou levar para castrar as fêmeas.

  • Tatiana disse:

    Bom dia, castrei meu primeiro gato c uns 6 meses, agora to c outro dá msm idade, dando as vacinas p castra lo tbm, são mto de boa e dificilmente saem na rua, mas o castrado é mto mal humorado rsrs

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Tatiana, após a castração, é normal que o gato mantenha um comportamento agressivo por causa dos hormônios que permanece em seu sangue.
      Depois de um tempo, pode ser que aconteça uma melhoria bastante notável, mas tudo pode depender das experiências que o seu felino teve enquanto era filhote.
      Se caso ele continuar agressivo, sugerimos que você busque ajuda de um especialista em comportamento animal para um diagnóstico correto da situação.

  • Solange disse:

    Adorei a informação porém a Nina continua bem artéria kkkk e gorda .

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Solange, o fato de ser arteira pode contribuir para evitar o sobrepeso da Nina, isso não é demais?
      Além de oferecer uma ração exclusiva para gatos castrados com a quantidade ideal diária, também é essencial incentivar exercícios físicos.
      Dessa forma, a Nina se mantém saudável e sempre feliz!

  • Julia Mattos disse:

    Tenho um gato, ele é meio siames, e tem um ano e um mes, um ano e dois meses. Nao sei a idade exata, adotei ele abril do ano passado e ele parecia ter entre 1 e 2 meses. De 2 meses pra ca ele parou de brincar, so queria saber de ir pra rua, as vezes ate agressivo. Mijando em todo local e miando sem parar pra sair. A castraçal vai ajudar nesses comportamentos? Eu tive uns problemas e nao pude fazer antes, mas esta marcado pra semana que vem. Ele mudou totalmente o comportamento habitual, era docil, brincalhao, cheio de arte. Ele ta conosco desde pequeno e cresceu com muito amor, cuidado e brincadeiras

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Julia, esse comportamento agressivo acontece por conta da territorialidade, graças aos hormônios que os felinos fabricam durante a idade da puberdade.
      A castração diminui a territorialidade de forma considerável, além de evitar tumores e outros tipos de doenças.
      Temos certeza que ele é uma das alegrias da sua casa, e para mantê-lo saudável e feliz, a castração é fundamental. <3

  • Julia Mattos disse:

    Tambem pensei em adotar uma gatinha, já castrada e da mesma idade que ele após 40 dias de castrado, que é quando os hormonios restantes desaparecem. O que acha? A ONG daqui ja entrega os animais castrados.. Pensei que castrado e com uma companhia, ele ficaria mais feliz

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Julia, o resultado pode ser imprevisível, mas na maioria dos casos, é comum que os felinos se deem bem!
      Se caso você adotar uma gatinha para fazer companhia para o seu felino, conte pra gente como foi o resultado. Estamos todos ansiosos. <3

  • Rodrigo disse:

    Adotei um casal de felinos muitos fofos pra criar quando eles estavam com 1 mês de vida, hoje estão com 4 meses são muito brincalhão e divertidos.
    Brinco com eles todas as manhãs e noite quando volto do trabalho, dou atenção pra eles sempre será que eles vão continuar crianças depois de castrado?
    Não quero que eles mudem o jeito deles.

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Olá, Rodrigo. Tudo bem?
      Ficamos muito felizes que esteja se divertindo com seus gatinhos!
      Também adoramos esses bagunceiros.
      Muitas vezes, observamos que o gato castrado é menos bagunceiro e deixa de ter alguns problemas de comportamento comuns em animais não esterilizados.
      Por outro lado, pode aumentar a expectativa de vida dos seus gatinhos. Isso acontece pois, alguns comportamentos sexuais do felino podem colocá-lo em risco, como é o caso da agressividade que leva a brigas com outros gatos e as fugas para rua.
      Então com a castração, as chances de você ter a companhia de seus gatos por mais tempo, irão aumentar! Isso não é maravilhoso?
      Conte com a gente.

  • Lorena Carvalho disse:

    Olá boa noite, estou com uma duvida e gostaria que me ajudassem se possível…. No sábado dia 08/01/017 castrei minhas três gatinhas, A Amora de 2 anos e suas filhas de 1 ano e a outra de 7 meses, o que está acontecendo é que desde que o efeito da anestia passou elas tem se estranhado bastante…. Na primeira noite houve até alguns ataques de umas com as outras, as mais novas não estão se estranhado mais porém não se aproximam…. Ja a Amora a mãe delas esta completamente arredia com as filhas, esta rosnando pra elas e não ta gostando da aproximação delas…. O que está acontecendo? Um dia tudo volta ao normal?? Elas conviviam super bem eram muito agarradas e esse comportamento está me deixando bem preocupada….

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Olá, lorena. Tudo bem?
      Após a castração, é comum que os gatos mantenham um comportamento territorialista por causa dos hormônios que permaneceram no sangue. Após um tempo, é possível que haja uma melhora considerável.
      Alguns felinos, por terem vivido a fase filhote em um ambiente não favorável, permanecem com esse comportamento. Se caso isso persistir, sugerimos que você busque ajuda de um especialista em comportamento animal para um melhor diagnóstico da situação.

      Desejamos uma boa sorte.
      Conte com a gente!

  • Elisabeth Daguer disse:

    Boa noite!
    Eu tenho um gatinho ( Tubinho ) que foi resgatado de dentro de um tubo de PVC . Colocaram-no para dentro do meu portão. Adotei- o e ganhei a sua confiança depois de um ano de convivência. Está castrado, vacinado e feliz. Porém,não fica mais que 2 minutos no colo. Eu gosto tanto de pegá- lo e acariciá- lo! Ele arranha se eu insisto mais tempo.Ele se esconde debaixo da cama quando ouve o barulho dos garis, durante a coleta do lixo na rua.Só se alimenta com ração ( por sinal, a Naturallis … uma beleza! ) mas deseja sempre alimentos da nossa mesa.Passa quase toda a madrugada no jardim ou no quintal dos vizinhos. Ele é adorável. No entanto, é possível que eu consiga mudar- lhe tais comportamentos?
    Obrigada.

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Elisabeth, ficamos muito felizes em saber que existem pessoas caridosas como você!
      Infelizmente, existem pessoas más no mundo e que praticam maus tratos contra os animais.
      Pelo seu relato, ele foi adotado e encontrado numa situação incomum, preso num cano. Esse tipo de situação, pode ter desencadeado algum trauma em seu gatinho e afetado o comportamento dele.
      Até mesmo acariciar, pode parecer um susto e uma ameaça pra ele.
      O ideal, é ter paciência; ao acariciar, não agarre-o ou aperte muito, ele poderá estranhar. Deixe que ele ganhe a sua confiança aos poucos, no tempo dele.
      Se você sentir que ele está pedindo seu carinho, não exite em executa-lo.

      Lembrando que cada gato, tem sua personalidade. Uns poderiam ficar no seu colo e até mesmo trocar carinho. Já outros, acabam sendo mais reservados e desapreciando carinho e contato físico.
      Se o comportamento do seu gatinho te frustrar muito, procure um profissional em adestramento ou um veterinário, para um melhor diagnóstico.

      Desejamos uma boa sorte com seu gatinho e que sejam felizes.
      Qualquer outra dúvida, conte com a gente!

  • Cris disse:

    Tenho dois gatos e duas gatos castrados. Tudo ia bem até que mudei de casa. Daí um dos machos ficou muito agressivo. Levei ao veterinário que constatou que um de suas ” bolinhas” não desceu na época certa, ficou próxima ao estômago. Ele passou por outra cirurgia de castração há um mês mais ou menos e continua com comportamento agressivo com os outros gatos.

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Cris, os motivos para que um gato se torne agressivo pode ir desde traumas até graves problemas de saúde.
      No caso de agressão com outros gatos, as causas mais comuns são: tentativa de dominância, introdução de um novo gato no ambiente, competição, frustração, até mesmo medo e ansiedade.
      O ideal é ter paciência, não punir o gato e criar um ambiente com brinquedos que distraia os gatos para tirar o tédio e ansiedade. De qualquer forma, contar com a ajuda de um profissional em adestramento ou veterinário pode ajudar e ser de extrema importância.

  • Patricia Moraes disse:

    Castrei minha gsta faz 2 meses. Ela sempre foi muito queitinha e mansinha. Até demais. Depois da castração anda miando muito. Se esconde, ficou arrisca e começou a atacar. Com muita agressividade. É normal?

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Olá, Patricia. Tudo bem?

      A agressividade é um problema e requer um diagnóstico e um tratamento adequado. Sempre há um motivo por trás da agressividade do gato.
      É importante não punir o gato, isso só piora as coisas. É ideal criar um ambiente com brinquedos, para diminuir a ansiedade do gato e deixar ele menos agressivo.
      Porém, a castração do gato tem efeito contrário ao seu caso. O gato fica mais quieto e menos bagunceiro, devido a queda de hormônios.
      Recomendamos que você procure um profissional da área para lidar com esse caso, ele saberá te auxiliar da melhor maneira.

      Te desejamos uma boa sorte e qualquer outra dúvida, conte com a gente!

  • Anna Cristina disse:

    Minha gata tem 1 ano e 2 meses, ela foi castrada há 4 dias. O comportamento dela mudou totalmente. Ela antes miava muito, era bagunceira e agora está muito calma. Dorme muito e quase não mia mais. Quando está acordada só fica deitada. Isso é normal??

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Olá, Anna!
      Sim, é completamente normal.
      A castração, além de evitar a reprodução indesejada, a castração de gatos irá promover algumas mudanças de comportamento que acontecem em função da diminuição dos hormônios sexuais no corpo do animal. Muitas vezes, observamos que o gato castrado é menos bagunceiro e deixa de ter alguns problemas de comportamento comuns em animais não esterilizados. Boa parte dos comportamentos do gato que são considerados inadequados estão ligados aos hormônios testosterona, no caso dos gatos machos; e progesterona e estrogênio, nas fêmeas.

  • Kelly disse:

    Ola! Meu gatinho tem 1 ano e antes eu morava em casa ou seja ele era livre e agora estou em apartamento ja tem 2 meses e ele quer sair, mia o dia inteiro e a noite fico sem dormir. Castrei ele tem 10 dias na esperança de que ele mude de comportamento pois não estou aguentando mais, ja recebi ate reclamação de vizinho, sem contar q o desespero pra sair é tanto q ele ta comendo a porta da casa, sera q vai ter jeito? Quanto tempo pós castração vou perceber uma melhora?

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Kelly, pode ser que o comportamento do seu gatinho melhore com a castração. O gato castrado é menos bagunceiro e deixa de ter alguns problemas de comportamento comuns em animais não esterilizados.
      O ideal é ter paciência e criar um ambiente com brinquedos interativos para o seu gatinho não ficar com tédio e estressado.
      Se o comportamento do seu gatinho te frustar, a ajuda de um especialista em comportamento animal, irá ajudar muito!

  • Kerllen Lopes disse:

    Bom dia
    Tenho um gato macho que castrei com 5 meses. Estou tendo problemas com ele, aos 8 meses aprendeu a sair é sai todas as noites fica sempre por perto. Mais já brigou duas vezes com outro gato e tbm parou de usar a caixinha de areia. Por favor o que eu faço???

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Após a castração, é comum que os felinos mantenham parte do hormônio por um tempo. Mas é importante lembrar que depois desse tempo, acontece uma melhora considerável.

      Caso o comportamento dela persistir, sugerimos que você procure pelo seu veterinário para saber se a castração foi feita de forma correta ou se houve algum distúrbio após a cirurgia.

  • Márcio disse:

    Oi. Tenho uma gata de 3 anos de idade, infelizmente ela teve um aborto recentemente. Ela teve que se submeter a uma cirurgia e assim tbm já aproveitamos e a castramos. Ela sempre foi carinhosa connosco, muito dócil e sempre preferiu ficar dentro de casa. Mas percebemos q ela anda arrisca e esta se afugentando de nós.Será que isso e normal? Ela nunca foi assim

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Márcio, é importante verificar com cuidado, se a sua gatinha está sentindo dor após a cirurgia. É importante oferecer os analgésicos corretos e manter o local sempre limpo, para que ela não sinta dor nem incômodo, levando à agressão.
      Leve-a ao veterinário de sua confiança para avaliar o caso dela. Ah, a ajuda de um adestrador é sempre bem-vinda nesses casos.

  • Marcos LUCAS disse:

    Tenho um casal de gatinhos. Mel e Miguel q são tia e sobrinho. Mel foi castrada com uns 6 meses e Miguel que chegou bem depois foi castrado com cerca de 11 meses. Antes da castração dos dois, Mel
    estranhou Miguel, apenas no primeiro dia que ele chegou. Antes da castração dos dois e deoois da castração de Mel, sempre brincaram muito, sem brigas, e Mel lambia Miguel e eram muito dóceis. Quando castrei Miguel há cerca de 1 mes
    minha cada virou um rinque de brigas. Mel não aceita Miguel, tão logo voltou da cirurgia, e as brigas estão deixando Mel acuada, rm cima da geladeira e ela já esta emagrecendo e não consigo apaziguá-los. O que fazer? Eu amo os dois, não posso escolher um.
    Grato

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Olá! Após a castração, é comum que os gatos mantenham um comportamento territorialista por causa dos hormônios que permaneceram no sangue. Após um tempo, é possível que haja uma melhora considerável.

  • Natalia disse:

    Olá castrei meu filho” um gato macho” tem duas semanas mais ele continua querendo sair pra rua

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Olá, após a castração, é comum que os felinos mantenham parte do hormônio por um tempo. Mas é importante lembrar que depois desse tempo, acontece uma melhora considerável.
      Caso o comportamento dela persistir, sugerimos que você procure pelo seu veterinário para saber se a castração foi feita de forma correta ou se houve algum distúrbio após a cirurgia.

  • Edgard disse:

    Minha gatinha Sila, de 1 ano e 6 meses foi castrada dia 22/12/17. E eu estou muito aflito pois ela ficou muito agressiva, está rosnando muito, mostrando os dentes para ataque o que não era assim. Era dócil, tranquila, ficava no meu colo, agora só fica afastada, não interage mais e eu estou arrependido de ter levado para fazer isso. E ela não pode ver a Mila, minha outra gatinha, estou muito aflito e arrependido. Acho que maltratei minha gatinha.

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Após a castração, é comum que os gatos mantenham um comportamento territorialista por causa dos hormônios que permaneceram no sangue. Após um tempo, é possível que haja uma melhora considerável. Porém, o comportamento não é só hormônio, e é sempre uma caixinha de surpresas, necessitando também de um profissional especializado em comportamento felino. Desejamos sorte!

  • Janaína Alves disse:

    A nossa bebê ,Luna fez a cirurgia há poucos dias, estou cuidando dela como cuidei de meu irmão que levou um tiro em um assalto. Não deixo ela fazer nenhum esforço, dou comidinha, água, desço ela dá cama pra fazer xixi e cocô, se alimentar, coloco ela de volta pra não fazer esforço, e o veterinário optou por uma roupinha pra ela não mexer nos pontos e está dando tudo certo. ☺️

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Que ótimo, Janaína! Luna realmente merece todo o cuidado após a cirurgia e ficamos felizes que tudo está dando certo. Adoramos finais felizes!

  • Luciane disse:

    Após 3 meses de minha gata ter filhotes, mandei ela para ser castrada no dia 12/03/2018.
    Ela era bem tranquila e caseira. Gostava de ficar no colo. Agora ela esta arisca, não para em casa, e traz tudo o que acha de caça para casa.

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Luciane, após a castração, é comum que os gatos mantenham um comportamento territorialista por causa dos hormônios que permaneceram no sangue. Após um tempo, é possível que haja uma melhora considerável.
      Alguns felinos, por terem vivido a fase filhote em um ambiente não favorável, permanecem com esse comportamento. Se caso isso persistir, sugerimos que você busque ajuda de um especialista em comportamento animal para um melhor diagnóstico da situação.
      Desejamos sorte!

  • Dalila luzia camara de souza disse:

    O meu gato e macho castrado a 5 anos muito bonzinho e obediente.A duas semanas ele vem com um comportamento muito estranho nao quer ficar muito em casa so vem alguns minutos e vai enbora para cima do telhado e fica escondido .Hoje eu cheguei da cidade a tarde ele estava deitado no sofa ele nos viu e sai correndo.gostaria de saber o que esta acontecendo com ele.Nos estamos muito triste.

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Olá, Dalila. Recomendamos que leve o seu bichano ao veterinário o quanto antes, para que ele possa analisar o que está incomodando o seu peludo, pois esse comportamento repentino não é comum. Desejamos melhoras!

  • Bombro dia ! Quero saber porque meu felino foi castrado e continua com o comportamento de antestes, urinando na minha cama, desde já agradeço.

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Maria, a castração é uma caixinha de surpresas, pois muitas vezes o comportamento não muda de imediato devido aos hormônios que continuam no corpo. Com o tempo, pode ser que o comportamento melhore consideravelmente. Recomendamos que alinhe suas dúvidas com um especialista, a ajuda de um profissional sempre é bem vinda. Desejamos sorte!

  • Lilian disse:

    Boa noite! Castrei minha gata de dois anos e meio, a casa era só dela agora tenho mais três cachorros, antes ela só sugia deles agora ela bate em todos e esta tomando o espaço dela de volta…na verdade toda a casa..kkk apesar disso esta mais dócil mas agora ela não me deixa dormir fica miando a noite toda e me lambendo os cabelos e rosto. Oque eu faço?

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Lilian, recomendamos que alinhe o caso com um médico veterinário ou um especialista em comportamento felino. Quando existe agressão, a ajuda de um profissional sempre é bem-vinda!

  • Roberto disse:

    Olá! Adotei um gato e acho q deve ter uns três meses na primeira noite q passou e casa foi para a rua e alguém machucou ele tão forte q ficou sem andar alguns dias, tinha medo de tudo eu meus filhos e minha esposa ficamos dando comida e água, demos um lugar pra ele é lá permaneceu três dias. Ele tava tão assustado q tremia e não tinha força na perna achei até q poderia ter quebrado ou deslocado, levei ao veterinário e tudo certo foi só a pancada mesmo fiz a medicação e o bichinho está cada vz melhor. Brincalhão, alegre, carinhoso pega todos os insetor e o danado so faz xixi e coco na caixa isso me surpreendeu rsrs ainda não tem coragem de por nem a cara na rua só fica na parte de trás da casa e dentro bagunçando tudo. Mais o fato é devo castrado? E se castrar ele veio perder esse instinto de caça ? isso foi un dois principais fatores de adotar um gato.

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Que máximo, Roberto! Ficamos felizes que o seu peludo esteja bem e que ele encontrou um lar repleto de amor para viver. Recomendamos que leve o seu pet ao veterinário para que ele avalie o caso, afinal, o organismo muda de um gato para outro e o tempo ideal de castração também. Mas a princípio a castração traz inúmeros benefícios e é recomendada pela maioria dos veterinários. Desejamos sorte!

  • Camila disse:

    Minha gata esta castrada a duas semanas e está impossível, agorada mia o tempo todo nada ta bom, mia prA sai de casa, mia pra entrar, se deixa a janela aberta pra ela ir e vir nao resolve ela quer chamar atencao a todo tempo eh normal?!

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Camila, os gatos podem miar por diferentes motivos, afinal, é a forma de comunicação dos felinos. Preste atenção para entender exatamente o que sua companheira quer dizer. Se o miado for por dor, a atenção tem que ser redobrada, observe se ela apresenta mudanças comportamentais como falta de apetite, tristeza, ansiedade ou outro sinal incomum. Se você não der atenção à ela, os miados também continuarão constantes, dê atenção e brinque com ela nas horas vagas. Mudanças bruscas também podem incomodar o bichano e gerar mais miados, a castração é uma grande mudança na vida deles. De qualquer forma, procure um médico veterinário para que ele avalie o caso dela e indique o melhor tratamento. Desejamos sorte!

  • Tatiane Dutra disse:

    Olá, boa noite
    Castrei minha gatinha de +/- 9 meses tem três dias, nas 24h pós cirurgia ela só teve falta de apetite e estava ainda um pouco zonza, hoje três dias depois ela vomitou por duas vezes a ração e seu cocô está bem mole. Ainda está dentro da normalidade devido ao procedimento? Ela já está comendo ração para gatos castrados e tomando cetoprofeno + dipirona conforme orientação médica.

    • Naturalis - Total Alimentos disse:

      Tatiane, cada animal reage de uma forma diferente, já que o organismo de cada pet funciona de uma maneira. Neste caso, indicamos que procure novamente o veterinário para que ele avalie a sua companheira e dê as indicações necessárias.

Deixe uma resposta para Laisa Dutra Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>