Peludos na praia: Repense a Idéia

Deixe um comentário

Ir à praia geralmente traz a sensação de liberdade. Afundar os pés, marcando os passos na areia, sentir o cheiro da maresia e o vento salgado no rosto, traz um relaxamento sentido, às vezes, em poucas oportunidades.

Imagem bonita da qual você não irá lembrar se não tiver os devidos cuidados com o peludo na praia

Imagem bonita da qual você não irá lembrar se não tiver os devidos cuidados com o peludo na praia

Ir à praia é certamente um programa muito comum entre os brasileiros. Segundo a Ecovias, empresa que administra a rodovia que liga São Paulo ao litoral sul, em média, 300 mil veículos descem à região litorânea em um fim de semana prolongado, chegando aos 600 mil em períodos de festas próximos ao verão. Algumas cidades chegam a triplicar sua população, e claro, muitos peludos acompanham a família no destino, afinal, a tudo precisa estar completo, pra ser mais feliz. 

Levar o cãozinho ao litoral, além de aumentar a união familiar, é uma boa oportunidade para registrar momentos ótimos. Mas há uma situação muito importante ao qual as pessoas devem se atentar: Cães na faixa de areia da praia.

Algumas cidades mantem legislações específicas sobre este tema. Levar cães à praias concessionadas (ou seja, praticamente todas), pode trazer prejuízos de até R$150,00 para o proprietário do animal.

  • Praias concessionadas: Legisladas pelos órgãos públicos; Sem proprietários particulares;


Relaxa, garotão, tem lugares muito mais legais para você curtir

Mas há ainda outras questões de saúde importantes relacionadas ao fato. Infelizmente muitas pessoas não se atentam às prevenções necessárias quando saem para passear com seus peludos, algo nada bom quando adentramos em um espaço público, onde as pessoas ficam à vontade, andando descalças e com pouca roupa, aproveitando o clima.

A contaminação por contato com fezes e urina de cães na areia é uma possibilidade grande, principalmente entre as crianças, que sempre estão brincando com a areia. Cães e gatos podem expelir diversas bactérias que fazem mal à saúde, como o popular “Bicho Geográfico”, além de outras infecções mais graves causadas por bactérias, que podem levar à cegueira. 

Crianças: Sempre tão doces em achar eu tudo também doce

Os próprios cães podem sofrer problemas de saúde com o ambiente praiano. O forte calor, a ingestão de água salgada e restos de peixes são situações bastante delicadas para os peludos. Além, claro, de seu cãozinho se soltar e se perder em meio à multidão, uma possibilidade muito traumática para ele e para você.

Petisco à beira mar? Melhor tirar o seu cãozinho de perto

Por estes tantos motivos, atente-se às leis e cuidados que você deve ter com o peludo no litoral. Sempre coloque uma coleira com identificação, aproveite o calçadão para passear e encontrar outros peludinhos no caminho, deixando para eles somente a parte mais saudável da diversão e a lembrança de ótimos momentos em terras caiçaras.

Dias de lembranças felizes. Essa é a melhor lembrança

Lembre-se que em qualquer lugar que você vá com seu peludo, o natural é ser feliz. A Naturalis, como você, sempre acreditará nisto.

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>