Quem nunca pensou em aumentar a quantidade de amor em casa?

Deixe um comentário

Todo mundo que tem pet sabe como é gostoso ser acordado com uma boa dose de carinho, e por isso, tem dias que ficamos pensando: por que não ter mais um cão para nos fazer companhia e dedicar todo o amor do mundo?

A dúvida fica ainda maior quando pensamos em como seria acostumar o pet que já temos, com um novo amigão em casa. É possível e pode ser muito divertido!

Com a chegada do novo membro da família a nossa casa se enche de alegria. E claro, todo mundo quer conhecer e paparicar o novo cãozinho do lar! E nessa hora que corre o perigo de um mascote mais velho ficar com ciúmes do outro, afinal, para ele é como se tivesse sido trocado pelo mais novinho.

O ideal é fazer a aproximação entre os mascotes da forma mais natural possível. Para te ajudar a fazer a convivência entre os peludinhos se tornar agradável e encher a casa de alegria, aqui vão 3 super dicas:

 1.     Esteja presente no primeiro contato entre os dois – mas não faça intervenções, o ideal é que os fofos criem sua própria relação. Deixe que eles se aproximem no seu próprio tempo, não tente forçar.

A curiosidade vai fazer com que eles cheguem mais perto, se olhem, cheirem, soltem latidos um para o outro. E não se preocupe se rolar algumas mordidinhas. Quanto os cães são mais novos ou ainda filhotes, as mordidas são uma das formas deles de brincarem, mas é claro, que é sempre bom ficar de olho para que seja uma mordida de amor e não de raiva.

 

2.     Dê a mesma atenção aos dois – é importante que o pet mais velho da casa não sinta que está perdendo seu espaço.

Nessa hora nossa maior arma são os chamegos! Como toda novidade, é bem provável que o cão mais novo no lar vá receber muita atenção nos primeiros dias, por isso, a nossa dica é: crie o costume de quando for fazer carinho em um, também logo após fazer no outro, assim os cãezinhos percebem que não há um preferência maior por um ou pelo outro nem mesmo concorrência!

 

3.     Relacione a chegada do novo morador casa a coisas boas – sempre que os dois pets estiverem juntos, dê biscoitinhos, brinquedos e muito carinho a ambos, isso vai fazer com que nenhum dos dois se sinta ameaçado.

E é claro que não pode faltar diversão! Dessa forma, tudo fica mais gostoso e mais feliz dentro do nosso lar. Afinal, família grande é família feliz!

 

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>