Escolha a linguagem:

CASTRAÇÃO DE GATOS

A castração de gatos é um assunto que, geralmente, gera dúvidas quanto a necessidade e os efeitos no animal. Como somos apaixonados pelos felinos da nossa vida, vamos esclarecer tudo sobre este procedimento que é bem tranquilo e só tende a fazer bem para o seu companheiro!
Castrar gatos é um cuidado importante com a saúde deles, pois, além de evitar a reprodução e abandono de filhotes, também preserva o animal de doenças e, por isso, pode até aumentar a sua expectativa de vida. A mudança do comportamento do gato é outra questão destacada quando se fala na esterilização do felino e, em geral, são alterações que trazem benefícios para o animal e também para você.

É comum ter medo de que seu companheiro passe dor e isso pode acabar adiando a sua decisão pela castração, mas para resolver este dilema, é essencial entender o passo a passo do procedimento cirúrgico, recuperação e algumas mudanças que você sentirá no animal. Buscar informações, te deixará muito mais tranquilo e seguro.


COMO É FEITA A CASTRAÇÃO DE GATOS

A castração pode ser feita em fêmeas e machos, e em ambos, o objetivo é evitar a reprodução e, consequentemente, a redução na quantidade de filhotes recém-nascidos abandonados. Este procedimento é realizado com uma pequena cirurgia em que se retiram os testículos, no caso dos machos (orquiectomia); e os ovários, nas fêmeas (ovário salpingo histerectomia).

Os testículos são responsáveis pela produção de espermatozóides e testosterona nos gatos machos. Já os ovários, fabricam os óvulos e os hormônios progesterona e estrogênio.

A castração de gato, tanto dos gatos machos quanto das fêmeas, é feita com anestesia geral e, por isso, não sentem absolutamente nada durante a cirurgia, entretanto podem se incomodar com um desconforto normal depois que passar o efeito da anestesia.

Para ajudar na recuperação, o veterinário indica o uso de um analgégico e um antibiótico.

A operação é simples e rápida, trata-se de uma pequena incisão por onde são removidos os testículos, ovários e em alguns casos, o útero também.

Esta intervenção cirúrgica deve ser realizada obrigatoriamente por um veterinário, em um ambiente preparado, e todo o procedimento precisa ser monitorado por equipamentos que irão verificar a condição do animal e evitar possíveis complicações.

MUDANÇAS NO COMPORTAMENTO DOS GATOS CASTRADOS

Um dos principais motivos que levam a decisão pela castração é o fato deste procedimento evitar a reprodução indesejada, mas também acontecem mudanças comportamentais que deixam o animal mais calmo.

No caso dos gatos machos, a remoção dos testículos pode diminuir os comportamentos sexuais, o que evita as constantes saídas do felino para rua em busca de gatas no cio, que é uma das nossas principais preocupações, pois eles podem sofrer acidente, se envolver em brigas com outros animais e até mesmo ser contaminados com algumas doenças de gato, como leucemia felina e imunodeficiência.

Além disso, aquele costume de urinar em todos os cantos da casa para demarcar território irá diminuir bastante depois da castração do gato, e o cheiro não é tão intenso.

Já nas fêmeas, a castração não deixa que a gata entre no cio, o que evita fugas de casa nestas épocas e crias indesejadas. O problema da demarcação de território com a urina também melhora, como o que acontece com os machos.

RAÇÃO PARA GATOS CASTRADOS

Além dos comportamentos sexuais, a castração dos gatos também muda seu metabolismo, que passa a ser mais lento. O ritmo das atividades também tendem a diminuir e o felino pode ficar mais sedentário. Estes fatores contribuem para a obesidade animal e, por isso, precisam de cuidados especiais com a alimentação.

Para cuidar da nutrição dos companheiros castrados, a Naturalis tem a ração para gatos castrados Frango & Peru Castrados.

Esta é uma ração natural, que possui baixo valor calórico para atender as necessidade nutricionais do gato sem levá-lo ao excesso de peso. Além disso, trata-se de um alimento livre de corantes e conservantes artificiais, que significa muito mais saúde para o seu felino.

A ração Naturalis para gatos castrados é indicada para animais a partir dos 6 meses de idade e além de atuar no controle do peso, também ajuda a cuidar do trato urinário do gato.


Gostou das dicas?

Assim, você e seu amiguinho vão construir
uma relação muito mais intensa, saudável e feliz!


CASTRAÇÃO DE GATOS

A castração de gatos é um assunto que, geralmente, gera dúvidas quanto a necessidade e os efeitos no animal. Como somos apaixonados pelos felinos da nossa vida, vamos esclarecer tudo sobre este procedimento que é bem tranquilo e só tende a fazer bem para o seu companheiro!
Castrar gatos é um cuidado importante com a saúde deles, pois, além de evitar a reprodução e abandono de filhotes, também preserva o animal de doenças e, por isso, pode até aumentar a sua expectativa de vida. A mudança do comportamento do gato é outra questão destacada quando se fala na esterilização do felino e, em geral, são alterações que trazem benefícios para o animal e também para você.

É comum ter medo de que seu companheiro passe dor e isso pode acabar adiando a sua decisão pela castração, mas para resolver este dilema, é essencial entender o passo a passo do procedimento cirúrgico, recuperação e algumas mudanças que você sentirá no animal. Buscar informações, te deixará muito mais tranquilo e seguro.


COMO É FEITA A CASTRAÇÃO DE GATOS

A castração pode ser feita em fêmeas e machos, e em ambos, o objetivo é evitar a reprodução e, consequentemente, a redução na quantidade de filhotes recém-nascidos abandonados. Este procedimento é realizado com uma pequena cirurgia em que se retiram os testículos, no caso dos machos (orquiectomia); e os ovários, nas fêmeas (ovário salpingo histerectomia).

Os testículos são responsáveis pela produção de espermatozóides e testosterona nos gatos machos. Já os ovários, fabricam os óvulos e os hormônios progesterona e estrogênio.

A castração de gato, tanto dos gatos machos quanto das fêmeas, é feita com anestesia geral e, por isso, não sentem absolutamente nada durante a cirurgia, entretanto podem se incomodar com um desconforto normal depois que passar o efeito da anestesia.

Para ajudar na recuperação, o veterinário indica o uso de um analgégico e um antibiótico.

A operação é simples e rápida, trata-se de uma pequena incisão por onde são removidos os testículos, ovários e em alguns casos, o útero também.

Esta intervenção cirúrgica deve ser realizada obrigatoriamente por um veterinário, em um ambiente preparado, e todo o procedimento precisa ser monitorado por equipamentos que irão verificar a condição do animal e evitar possíveis complicações.


MUDANÇAS NO COMPORTAMENTO DOS GATOS CASTRADOS

Um dos principais motivos que levam a decisão pela castração é o fato deste procedimento evitar a reprodução indesejada, mas também acontecem mudanças comportamentais que deixam o animal mais calmo.

No caso dos gatos machos, a remoção dos testículos pode diminuir os comportamentos sexuais, o que evita as constantes saídas do felino para rua em busca de gatas no cio, que é uma das nossas principais preocupações, pois eles podem sofrer acidente, se envolver em brigas com outros animais e até mesmo ser contaminados com algumas doenças de gato, como leucemia felina e imunodeficiência.

Além disso, aquele costume de urinar em todos os cantos da casa para demarcar território irá diminuir bastante depois da castração do gato, e o cheiro não é tão intenso.

Já nas fêmeas, a castração não deixa que a gata entre no cio, o que evita fugas de casa nestas épocas e crias indesejadas. O problema da demarcação de território com a urina também melhora, como o que acontece com os machos.



RAÇÃO PARA GATOS CASTRADOS

Além dos comportamentos sexuais, a castração dos gatos também muda seu metabolismo, que passa a ser mais lento. O ritmo das atividades também tendem a diminuir e o felino pode ficar mais sedentário. Estes fatores contribuem para a obesidade animal e, por isso, precisam de cuidados especiais com a alimentação.

Para cuidar da nutrição dos companheiros castrados, a Naturalis tem a ração para gatos castrados Frango & Peru Castrados.

Esta é uma ração natural, que possui baixo valor calórico para atender as necessidade nutricionais do gato sem levá-lo ao excesso de peso. Além disso, trata-se de um alimento livre de corantes e conservantes artificiais, que significa muito mais saúde para o seu felino.

A ração Naturalis para gatos castrados é indicada para animais a partir dos 6 meses de idade e além de atuar no controle do peso, também ajuda a cuidar do trato urinário do gato.

Gostou das dicas?

Assim, você e seu amiguinho vão construir
uma relação muito mais intensa, saudável e feliz!