Cachorro com verme: como cuidar e evitar

2 Comentários

Naturalis Total Alimentos | Blog

Os cães, assim como nós, estão suscetíveis a contrair parasitas. Um cachorro com verme é mais frequente do que se imagina, mas não quer dizer que seja normal. Neste artigo, vamos apontar os sintomas de verminose e falar sobre a importância do vermífugo para cães. Preste atenção em nossas dicas, pois elas vão te ajudar a evitar esse problema.

Como identificar os sintomas de verminose?

Nem sempre é possível detectar os sintomas logo no início, por isso manter os exames do seu cachorro em dia é tão importante. Notar a presença de parasitas pode levar um tempo, mas, na maioria dos casos, um cachorro com verme apresenta os seguintes sintomas:

  • Perda de apetite e de peso.
  • Vômito.
  • Diarreia.
  • Pelagem sem brilho.
  • Abdômen inchado ou inflamado.
  • Fraqueza.
  • Irritação na pele.
  • Verme nas fezes.
  • Sangue nas fezes.

Se detectar alguns desses sintomas no seu cão, leve-o imediatamente até um veterinário de confiança, para que possa examiná-lo.

Tipos de parasitas em cães

Muitas vezes, a melhor forma para saber qual tipo de verme seu cachorro tem é prestando atenção nos sintomas e fazendo anotações sobre o ambiente em que ele vive, o comportamento dele após a manifestação dos parasitas e até mesmo a aparência do verme, caso consiga encontrá-lo nas fezes. O próximo passo é fornecer essas informações para o veterinário e aguardar o diagnóstico correto.

Há alguns tipos de parasitas que são mais comuns em cães: lombrigas, solitárias, ancilóstomos e tricurídeos. De qualquer maneira, não faça o diagnóstico e, muito menos, o tratamento em casa. Consulte sempre um veterinário.

Vermífugo para cães

O comportamento de um cachorro com verme muda completamente: eles ficam tristes, desanimados e cansados para fazer qualquer coisa. Não é assim que queremos ver nossos adoráveis companheiros, não é mesmo? A melhor forma para evitar vermes e as doenças causadas por eles é utilizar vermífugo para cães, principalmente se estivermos falando de um cão filhote. Caso você tenha adotado um cachorro de rua, antes de levá-lo pra casa é preciso levá-lo ao veterinário, para que ele possa receber as vacinas e a vermifugação antes de ter contato com a casa ou outros animais.

Além de tratar os vermes que já habitam o organismo do seu cão, o vermífugo também previne e controla o aparecimento dos parasitas. Por isso ele é tão importante para a saúde e bem-estar do seu pet. Os veterinários recomendam que a vermifugação seja feita de três em três meses. Para o cão filhote, a recomendação é a partir da segunda semana de vida e a cada 15 dias. Faça o acompanhamento com um profissional para que ele desenvolva o cronograma de vermifugação e vacinação do seu cachorro.

Faça a higienização do ambiente

Há outras formas de combater os vermes — fazer o controle do ambiente é um bom exemplo. Alguns detalhes podem parecer bobos e, muitas vezes, acabam passando despercebidos, mas saiba que eles influenciam diretamente na saúde do seu animal. Portanto, manter o quintal limpo e fazer a remoção das fezes regularmente, contribui para que os vermes não se proliferem. Cuidado com pulgas e piolhos também, viu? Eles transmitem o dipylidium, um dos vermes mais comuns nos cães.

Mantenha as visitas ao veterinário em dia e fique sempre atento à saúde do seu pet. Cuidar de cada detalhe é proporcionar uma vida mais saudável para os cachorros! ;)

Conheça nossos produtos

,

2 Comentários - Cachorro com verme: como cuidar e evitar

Deixe uma resposta para Magda Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*