Cachorro peludo sente mais calor?

Deixe um comentário

Se pensarmos na lógica, é claro que cachorro peludo sente mais calor. Calma aí! É melhor entender se isso realmente é verdadeiro e tentar encontrar as respostas certas.

Será que posso tosar meu cachorro? Se eu tosar ele, o calor não vai agredir a pele? Viu como temos perguntas bem complexas? Pois bem, neste artigo, vamos destrinchar cada camada desse assunto conhecido, relevante, mas muito pouco explorado. Venha com a gente!

Pelos protegem o cachorro do calor?

Principalmente no verão, é comum vermos os cães deitados em algum piso mais frio, com a língua de fora. Olhando isso, logo qualquer tutor vai se perguntar: tosar ou não?

Para nós, a pelagem mais longa aumenta a temperatura corporal do cachorro, deixando ele com mais calor. Porém o pelo do cão não esquenta como nós imaginamos, na verdade, ele ajuda a regular a temperatura do animal. Resumindo, no inverno, o pelo aquece o cão e no verão ajuda a resfriar o corpo. 

Sendo assim, quando você tosa o cachorro, sem querer pode estar retirando dele a habilidade de regular a temperatura. 

Não pode tosar o cachorro no calor?

Você pode, mas com cuidado! Um cachorro muito peludo deve ser tosado deixando, pelo menos, 5 cm de pelagem, para manter a proteção. Se optar por retirar todo o pelo, o animal pode chegar a desenvolver problemas com a temperatura do corpo, e sérios danos podem ser causados devido à exposição solar. 

No caso de algumas raças, a tosa é necessária não somente durante nas épocas mais quentes, e sim durante o ano todo. Shih Tzu, Poodle, Cocker e Lhasa Apso estão entre as raças que precisam de tosas por questão de saúde. 

Recomendamos que converse com um profissional para receber a melhor orientação sobre o período correto de banho e tosa da pelagem do cachorro. 

Cuidados com o cachorro no calor

O filhote de cachorro sente calor e sofre muito com isso, tanto quanto os cães com focinho mais curto e animais velhos. Por isso é necessário ter toda a informação possível à sua disposição e colocar em prática tudo o que aprender.

Algumas situações podem ser bem perigosas para a saúde do cachorro peludo, tais como:

  • Deixar o cão em um ambiente muito quente e abafado;
  • Expor o animal à luz solar, sem local com sombra;
  • Banho com água quente e secagem com ar quente;
  • Atividade física ou passeio em horários com o sol forte;
  • Situações de muito estresse;
  • Uso de focinheira em um ambiente abafado e quente;
  • Falta de água.

Ao longo deste artigo, falamos como é complexa a questão de entender se o cachorro sente calor ou não. Vimos que a lógica que usamos para nos refrescar nem sempre se aplica ao mundo dos cães — o pelo protege, então se você tirar toda a pelagem, o cão vai ficar sem proteção. 

Qualquer dúvida que tiver sobre a saúde, alimentação e comportamento do seu animal, você pode perguntar ao Dr. Naturalis.

Conheça nossos produtos

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*