Como dar remédio para cachorro?

Deixe um comentário

Dar remédio para cachorro pode ser um tanto quanto difícil, mas não impossível.

Se você está diante dessa situação pela primeira vez e, claro, veio até aqui por conta das inúmeras dúvidas sobre como medicar seu cachorro, pode ficar tranquilo! Não é um bicho de sete cabeças, você só precisa ter jogo de cintura e aprender as técnicas certas para driblar a resistência do pet.

Então vamos lá, porque descobrir como dar o comprimido para cães é só o começo.

Como dar comprimido para cães de forma que os incomode o mínimo possível?

Os cães podem demonstrar alguma resistência no momento da medicação e, por isso, existem algumas maneiras de dar o comprimido a eles sem muito esforço.

O grande detalhe é que nem toda técnica vai funcionar. Você precisa levar em consideração se o remédio é aplicado via oral ou venosa e se ele é liquido ou comprimido.

Caso o medicamento seja na forma de comprimido, há um jeito de medicar que praticamente todo tutor ou médico-veterinário vai indicar a você.

Logo abaixo, mostramos um passo a passo bem completo da maneira mais eficiente e tranquila de como dar comprimido para cães.

Dicas para dar remédio para cachorro

Normalmente, os medicamentos veterinários são em forma de comprimido, o que pode trazer um desafio e tanto para quem dá o remédio para cachorro: como saber se o animal realmente engoliu o comprimido?

Como estamos aqui para ajudar, não poderíamos deixar de contar qual a forma mais usual e eficaz de dar comprimido ao cachorro:

  1. Segurar a boca do cachorro pelas bochechas, colocando as mãos uma de cada lado — esta forma evita que se machuque com os dentes do animal.
  2. Segurar o medicamento com os dedos polegar e indicador e colocar o comprimido no fundo da boca, tentando ir o mais profundo possível e perto da garganta — isso o ajudará a não devolver o medicamento.
  3. No momento de soltar o comprimido, é importante empurrá-lo com o dedo polegar.
  4. Feito isso, é bom segurar e manter a cabeça do animal um pouco para cima — isso também ajudará o comprimido a descer.
  5. Fazer uma leve massagem na garganta ajudará o comprimido a fluir melhor.

Essas são dicas que, geralmente, funcionam com diferentes tipos de comprimidos e todos os portes de cachorro.

Se, por acaso, o veterinário indicar remédios líquidos, a dica abaixo vai servir como uma luva.

Como fazer o cão tomar remédios líquidos

Uma das dicas mais assertivas para essa questão é misturar o remédio a uma das refeições. Porém não é recomendado fazer isso de uma vez, para que ele não desconfie.

Em casos em que o alimento é seco ou o medicamento não possa ser misturado com a comida, a indicação é colocar o líquido em um conta-gotas ou seringa. Para que você possa aplicar a medicação corretamente, vale dar uma lida no pequeno tutorial abaixo:

  • Certifique-se de que está usando a quantidade de remédio recomendada pelo médico-veterinário;
  • Em seguida, segure com uma mão a boca do animal;
  • Aponte a seringa ou conta-gotas para a região lateral da boca dele, entre a bochecha e os dentes de trás;
  • Libere o líquido pausadamente, com calma;

Todo o procedimento deve ser feito com paciência, por isso faça sempre carinho no animal antes e depois da aplicação.

Após o término, aguarde cerca de 30 segundos para ter a certeza de que o cachorro não vai vomitar todo o remédio.

O que fazer se o cão vomitar?

Em casos de cachorro vomitando, é necessário avaliar a frequência do vômito e se ele acompanha febre e/ou diarréia. Caẽs que vomitam repetidas vezes, podem indicar algum problema mais sério. Nesse caso deve-se levar o cão imediatamente até uma clínica veterinária e aguardar o resultado da avaliação.

Agora, se o cão vomitou uma ou poucas vezes, a recomendação é oferecer água a ele, para manter a hidratação. Em seguida observe se ele consegue se alimentar, se houver recusa na hora de comer, encaminhe o animal até um veterinário.

Não medique nenhum animal sem recomendação profissional, nem aposte em receitas caseiras sem a prescrição veterinária.

Medicamentos durante os cuidados pré e pós-operatórios

Da mesma forma que acontece com a gente, os cães também precisam de cuidados pré e pós-operatórios, que devemos seguir cuidadosamente para uma boa recuperação.

Depois da consulta com um veterinário, você provavelmente terá uma lista de recomendações que deverá seguir rigorosamente. Em algumas situações, o tutor é orientado a garantir que o pet não ingira nenhuma gota de água por, em média, 6 horas, assim como alimentá-lo normalmente apenas após 12 horas de cirurgia.

Garantir o jejum sob prescrição veterinária é extremamente importante, pois garantirá a segurança do animal, principalmente se for um caso de procedimento cirúrgico.

Alguns medicamentos para auxílio do pós-operatório, como anti-inflamatórios e antibióticos para cães, são frequentemente prescritos e ajudam bastante na recuperação. Vale ter muita atenção com a dosagem e horários indicados para a medicação. Esse ciclo representa os últimos cuidados com a cirurgia, administrar incorretamente a medicação pode significar a interrupção da cicatrização e consequentemente um enorme risco de contaminação por bactérias e fungos.

Não interrompa a medicação e muito menos deixe de dar remédio de cachorro. Nosso amor pelos animais se mede primeiro com os cuidados que temos com eles. Observe sempre todas as ações do seu animal e conte com a ajuda de um profissional veterinário.

Busque sempre fornecer uma alimentação rica em vitaminas para cachorro, independentemente da fase de vida em que ele se encontra.

Manter os níveis de vitaminas e nutrientes em perfeito equilíbrio reduz a longo prazo a necessidade de complementos alimentares e aumenta a imunidade do cachorro, tornando menos comum a necessidade de determinados medicamentos.

Quantas vezes você já ouviu que a saúde começa pela alimentação? Centenas, não é? Com os animais, tudo funciona da mesma maneira — a ração pode determinar, inclusive, o quão longa pode ser a vida de um cachorro.

As rações Naturalis são pensadas para uma alimentação balanceada, rica em nutrientes, sem corantes e conservantes artificiais e com formulação 100% natural.

Para não ter dúvidas sobre qual é a porção adequada de ração para seu cãozinho, de acordo com a idade do animal e seu peso, disponibilizamos em nosso site informações acerca das quantidades de ração necessárias para que não corra riscos em relação à desnutrição e sobrepeso.

Frango, Peru & Vegetais - Adulto

 

Naturalis Frango, Peru & Vegetais para cães adultos é uma ótima pedida para  manter a energia e a vitalidade de seu companheiro. Com 23% de proteína, esta ração tem antioxidante natural - Vitamina E (tocoferol) -, que ajuda na formação dos glóbulos vermelhos e previne patologias musculares.

Consumindo as rações Naturalis, seu cãozinho também estará protegendo o ambiente interno, mantendo uma boa saúde intestinal e reduzindo o odor nas fezes.

 

 

 

 

Conheça nossos produtos

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*