Problemas com genitais dos cães

Deixe um comentário

Problemas com genitais dos cães

Você sabia que nossos cachorros também podem sofrer com doenças na genitália? Sim, esse é um assunto pouco difundido, então resolvemos trazer um panorama geral do assunto nessa breve leitura.

Seja pela genética, pelo ambiente ou pelas relações sexuais, os cães podem desenvolver doenças nas partes íntimas, seja macho ou fêmea. Essas doenças podem ter como agentes infecciosos os vírus, bactérias e até mesmo fungos.

As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) podem ser transmitidas até mesmo sem relações sexuais. Em um passeio no parque ou caminhada, os cães tem o hábito de cheirar e lamber a genitália uns dos outros, o que é suficiente para a transmissão, se um deles estiver infectado. Os sintomas são nódulos e tumores nas mucosas e na região genital, que geram dor e sangramento.

Existe tratamento para DSTs atualmente, envolvendo a retirada cirúrgica dos tumores e tratamento com quimioterapia, porém é um processo bem desgastante pro animal, que fica sem apetite, perde pelos, entre outras consequências.

Para evitar essas doenças, o melhor é a prevenção. Não deixe que o pet cheire e lamba a parte íntima de animais desconhecidos, que o tutor não saiba o estado de saúde. Além disso, a castração é recomendada caso não tenha intenção que o cão procrie. Caso vá realizar o acasalamento, o ideal é realizar exames nos dois cães. O maior cuidado é com as fêmeas, que não devem ficar em locais expostos quando no cio, evitando machos desconhecidos de se aproximarem principalmente nesse período.

Além das DSTs existem outras doenças que acometem os órgãos genitais masculinos e femininos. Algumas doenças penianas que acometem os cães machos são: parafimose, balanopostite e fimose, porém existem outras condições que atingem a vagina, como vulvovaginite e piometra. Ao observar qualquer alteração na genitália do seu cão, leve-o ao veterinário e mantenha-o afastado de outros animais.

Conheça nossos produtos

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*